ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A BASE DE EXPORTAÇÃO DAS REGIÕES BRASILEIRAS

Nilton Marques Oliveira, Bárbara Françoise Cardoso, Udo Strassburg

Resumo


Este artigo analisa o comportamento da base de exportação da economia das Regiões brasileiras em 2000 e 2012, tendo como referencial teórico a base de exportação de Douglas North e como indicadores de análise regional o Quociente Locacional e o Multiplicador de Emprego, sendo que os dados foram coletados junto ao Ministério do Trabalho e Emprego. Os principais resultados sugerem que na Região Norte predomina o extrativismo e serviços indústrias de utilidade pública; na Região Nordeste o extrativismo e Administração Pública; na região Sudeste se destacam os setores Extrativista Mineral e Serviços; na Região Sul destacam-se as indústrias metalúrgicas, têxteis e automobilísticas. A Região Centro-Oeste se mostrou a mais promissora, com dados significativos. Em relação ao multiplicador de emprego foi identificado que este aumentou em todas as Regiões nos anos analisados, o que implica maior capacidade de geração de emprego.

Texto completo:

PDF


Centro Universitário UNISOCIESC - Blumenau/SC Rua Pandiá Calógeras, 272 CEP: 89010-350 - Blumenau - SC Telefone: (47) 2111 2900 e-mail: rica@unisociesc.com.br e-mail: oscar.dalfovo@unisociesc.com.br RIC@ - ISSN 1980-7031 CAPES/QUALIS

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia