ESTUDO DE CASO SOBRE O APRENDIZADO ORGANIZACIONAL A PARTIR DOS CONCEITOS DE PETER SENGE

Daiane dos Santos Ávila, Flávio de São PEDRO FILHO

Resumo


O estado de funcionamento das organizações públicas na atualidade traz consigo debilidades, tanto na prestação de serviços quanto no atendimento oferecido à comunidade. No geral, a insatisfação se revela sob várias formas, enquanto as deficiências decorrem da falta de subsídios para capacitação em novo aprendizado de modo a debelar conflitos entre colaboradores e direção. Estas ocorrências podem ter origem na desmotivação de seus integrantes na via da mudança comportamental requerida.
O presente trabalho busca trazer um estudo sobre o aprendizado organizacional com embasamento nos conceitos de Peter Senge, mediante suporte da Teoria Comportamental e da Teoria do Desenvolvimento Organizacional. Busca tratar às claras, por intermédio de análise, os principais aspectos e parâmetros fundamentais. Para tanto, realizou-se pesquisa qualitativa em uma instituição governamental de ensino, utilizando instrumentais oriundos do Método da Pesquisa Bibliográfica e do Método do Estudo de Caso; o trabalho resultou em produtos considerados válidos, com idealizadores proficientes e benefício social significativo para organizações atingidas pela similaridade.

Texto completo:

PDF


ÂNIMA/Centro Universitário UNISOCIESC - Blumenau/SC Rua Pandiá Calógeras, 272 CEP: 89010-350 - Blumenau - SC Telefone: (47) 2111 2900 e-mail: rica@sociesc.com.br e-mail: oscar.dalfovo@unisociesc.com.br RIC@ - ISSN 1980-7031 CAPES/QUALIS

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia