ENTRE A AUTOGESTÃO E A HETEROGESTÃO: os desafios enfrentados na gestão de cooperativas

André Vinicius Marujo

Resumo


O trabalho tem como objetivo identificar os fatores que corroboram para a aproximação das cooperativas da heterogestão. Com o intuito de atingir o objetivo proposto, foi adotado uma pesquisa qualitativa e, em especifico, adotou-se uma pesquisa bibliográfica. Portanto, além de uma revisão bibliográfica em artigos científicos e livros com abordagem no tema proposto, fora apresentado exemplos de pesquisas de estudos de casos para reforçar os argumentos apontados nesta pesquisa. Como os resultados encontrados neste trabalho que podem influenciar na autogestão de uma cooperativa, destaca-se: i) ausência ou baixo compreensão do cooperativismo; ii) a omissão ou passividade do associado na gestão da cooperativa; iii) concentração nas tomadas de decisões para um pequeno grupo de associados ou diretores; iv) ausência de auditorias ou baixa participação de conselho fiscal; vi) alta rotatividade dos associados.

Palavras-chave: Cooperativismo. Autogestão. Economia Solidária.

Texto completo:

PDF


ÂNIMA/Centro Universitário UNISOCIESC - Blumenau/SC Rua Pandiá Calógeras, 272 CEP: 89010-350 - Blumenau - SC Telefone: (47) 2111 2900 e-mail: rica@sociesc.com.br e-mail: oscar.dalfovo@unisociesc.com.br RIC@ - ISSN 1980-7031 CAPES/QUALIS

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia